segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Sussurros e Canções



Um vento frio invade o lugar e percorre as mesas da Taverna Braço de Ferro.

Um homem escancarou a porta em fuga de algo.

Boa parte das pessoas ficou de pé ou de prontidão olhando para a entrada do estabelecimento.

Ele entrou tropeçando e dizendo:

HOMEM – Uma “Tocada”... Uma “Tocada”!

As atenções voltaram-se para a porta e lá estava uma mulher.Seguramente com mais 60 anos, vestida com mantos sobrepostos a uma túnica branca de barra prateada. Ela se apóia num cajado de madeira de ponta curva que lembra uma asa de pombo.

“GARÇONETE”– (sussurrando) É Donatyr!

A velha deu dois passos para dentro do estabelecimento e fechou a porta com o cajado numa destreza surpreendente.

HOMEM – É uma portadora de maus presságios!

DONATYR – Vocês bebem, comem e se divertem e nem se dão conta de que o mundo a sua volta perece!

BÊBADO – AH CALA A BOCA!!

Ela apontou o cajado em sua direção e ele caiu sentado em sua cadeira... Olhou em volta e seu semblante e postura mudaram totalmente... Ele está sóbrio!

DONATYR – Venho para esclarecê-los para que no futuro a culpa não seja lançada aos inocentes...“

Chegará um tempo em que as Trevas serão mais comuns do que a Luz e mais fortes do que ela em vários lugares. Um momento onde deverá se lutar ainda mais para ficar vivo, pois a morte não mais existirá como a conhecemos: Todo aquele que perder seu status de vivo se tornará então um soldado morto-vivo marchando em busca de um líder e espalhando destruição gratuita até encontrar alguém que guie seus passos.

Existirá também aqueles que se aproveitarão do caos.

Terá aqueles que comandarão os mortos na aquisição de mais soldados.

E terá também quem lute contra isso, mas infelizmente os predispostos a esse papel já começaram a ser assassinados.

Esse tempo não está tão distante assim. Para Algumas cidades ele já chegou e isso marca o início da ERA DOS SUSSURROS E CANÇÕES.


***


Um guarda entrou com uma bolsa repleta de pergaminhos à mostra. Olhou para ela e encostou junto a porta agora fechada.

É incrível o modo com que ela consegue prender a atenção de todos...


***


DONATYR - Um momento onde um nome valerá tanto quanto a alma ou respeito-próprio.

Surgirão nomes de heróis que serão cantados em volta do fogo para que as gerações seguintes sigam seu exemplo e serão descobertos nomes que deverão ser apenas sussurrados, pois sua simples menção em voz alta será responsável por trazer desgraças e infortúnios piores do que a morte para toda uma localidade.

Poucas serão as famílias, muitos serão os filhos sem pais.

E tudo isso por que alguém conseguiu entrar no Castelo das Cinzas e arrancar o coração do Arcanjo da Morte.

Lídia, a personificação da Morte decidiu então vingar-se da não-reação divina e mandou Pietra, o Arcanjo Negro - também conhecida como Parúsio do Fim* - causar no mundo dos homens tanta dor e revolta que as forças divinas não se manteriam omissas por mais tempo.

Desse dia em diante em lugares dispersos no mundo alguma cidade, vilarejo ou região amanhece circundada por um nevoeiro espesso. È o sinal de que este lugar já está morto e que até mesmo os mortos de lá se levantarão.”


***


Um silêncio fúnebre se instala na taverna. Donatyr abre a porta com o cajado e sai andando.

Assim que Donatyr sai, o clima pesado se mantém no ar por alguns instantes; Todos estão um tanto sem ação, mesmo os céticos ou bêbados.

O guarda faz uma expressão de ter voltado a si com um tom grave de apreensão. Retira da bolsa um pergaminho e o prega na parede interna ao lado da porta. Depois olha para todos e sai apressado.

Um dos homens da mesa próxima pergunta a todos:

HOMEM - O que é um "Tocado"?

"GARÇONETE" - Tocados são os mensageiros do Parúsio do Fim. São videntes capazes de predizer grandes perdas e danos... Mas pra que isso pessoal... Vamos beber!!

Algumas pessoas foram ver o tal pergaminho...

GARÇONETE" - Vamos lá gente. Uma rodada por minha conta!

Alguns agitaram e vieram em direção ao balcão, outros gritaram de alegria... Já uns poucos leram o pergaminho e saíram apressados ou tristes.


Nenhum deles teve uma noite tranqüila de sono depois desse episódio...

Um comentário:

Arthur fontgaland disse...

ó
ótimo post!
desculpa não ter assunto..
mas passo por uma crise de abstinência!
to passando por aqui sempre!
parabens pelo blog!